Responda emails – mas não o tempo todo!

Eu tenho um sério problema de vício em email. Mais que em redes sociais, mais que em tudo exceto talvez chocolate. Vai da época de quando eu participava da lista de emails do Conselho Branco Sociedade Tolkien Brasileira, já faz quinze aninhos isso aí. E embora isso possa até dar a impressão de ser algo bom, porque respondo emails rápido – não é.

Porque trabalho científico, trabalho criativo, trabalho e ponto final exige concentração, foco, envolvimento. E se você procurar por “foco” num dicionário, você talvez encontre algo como “É ter um objetivo, ser determinado a alcançar ou atingir uma meta, ter prioridade em fazer algo não desvirtuando para outro caminho” (Dicionário Informal), talvez seguido de “antônimos: ficar verificando emails o tempo todo.”

Respondir emails é legal, viu, gente? Pode ter pessoas esperando a sua resposta, e na falta de uma resposta tais pessoas podem ficar bem frustradas, e talvez você não queira que elas fiquem frustradas. Mas se concentrar no trabalho também é bem legal.

E não sou só eu que digo isso – Marco Mello e Meghan Duffy, por exemplo, também já escreveram a respeito. (Esse post foi inspirado pelo post do Marco, de ontem). Tenho algo a falar que não foi dito ainda? Talvez; ou talvez eu só esteja procrastinando esperando dar a hora de pegar o ônibus.

Então… Foco é importante, e é algo que eu pessoalmente tenho pouco – mas quando consigo focar em algo, é tão bom! Duas horas focado escrevendo um script ou uma discussão de um artigo é uma sensação legal. Tanto que não ter internet em casa muitas vezes ajuda a trabalhar – sem as distrações, consigo focar melhor na escrita ou nos códigos. Tá, Google às vezes faz falta mas não se pode ter tudo nessa vida né. Mas eu evito trabalhar em casa; mas quando a internet cai na UESC, isso também às vezes aumenta a produtividade.

Sim, é possível trabalhar sem internet! Não, você não precisa estar o tempo todo baixando artigos! Sim, você pode conseguir rodar aquela análise sem procurar no Stack Exchange!

Mas, como responder emails é legal, é importante ter uma disciplina nisso. O que eu faço? Bom, eu verifico emails o tempo todo, mas é porque eu quero me distrair e a vista da janela não é bonita. Não siga o meu exemplo. Se você está cansado de olhar praquele artigo e quer olhar pra alguma outra coisa – olhe pela janela, olhe pra algum quadro bonito na parede, olhe pra qualquer coisa, menos pro seu email/facebook/whatsapp/celular. Porque continuar olhando pra telinha dificilmente vai te dar o descanso que você precisa.

Em relação aos emails, sugiro que os veja algumas vezes por dia. Alguns dizem que três vezes é legal; eu acho que pode ser até umas cinco-seis. Encontre o que dá certo pra você. Mas se você olha o email muito mais que isso – bom, você até pode ser muito produtivo assim, tenho um colega que responde emails instantaneamente e publica na Ecology. Não é um tradeoff necessariamente. Mas pode sim ser um tradeoff.

E ao olhar o email, eu acho que vale a pena realmente focar nisso. Tirar um tempo do dia para resolver o que tem que ser resolvido – responder tudo que mereça uma resposta ou precise de uma, ignorar todo o resto, baixar os artigos interessantes que lhe enviaram, e assim por diante. Se é algo que você não consegue resolver no momento – responda dizendo que depois você resolve isso, e anote na sua lista de coisas a fazer. Sim, tenha uma lista de coisas a fazer – ao passar as coisas da sua cabeça pra lista sua mente como se se libertasse para trabalhar melhor, ficasse livre, like a big bird in the sky.

Eu faço isso de manhã cedinho, antes do almoço, depois do almoço, e mais pro fim do expediente (quando consigo ficar sem olhar emails o tempo todo). O importante é você escolher seus horários. Por exemplo: ao começar a trabalhar, talvez antes do almoço, no meio da tarde e no final do expediente. Se você precisar realmente focar em algo – uma vez de manhã e uma vez de tarde pode ser uma boa alternativa.

E sim, você pode tirar finais de semana. Não devemos esperar respostas nos finais de semana ou fora do horário de trabalho (o qual varia entre pessoas), a não ser que realmente seja algo importante e tenha sido previamente combinado.

É claro que às vezes existe uma comunicação em tempo real acontecendo por email; eu faço bastante isso – discutir análises ou outras coisas por email ao invés de usar um chat, simplesmente porque funciona. Nestes casos, entrar no email frequentemente é preciso – mas responder tudo que chega não é. Foque naquilo. Por exemplo, se você está trabalhando num script ou texto ou alguma outra coisa com alguém, a discussão pode acontecer por email e praticamente em tempo real – mas você não precisa ficar respondendo a tudo que chega. Deixa pra depois. Foca no seu trabalho do momento – mesmo que o trabalho seja uma troca intensa de emails – e deixe os outros emails pra depois.

Lembrem-se. Foco é importante. E ficar olhando emails (e redes sociais e etc) o tempo todo via de regra não é (mas sim, responder emails é legal! rs Não deixem alguém esperando esperando esperando esperando esperando uma resposta que nunca vem).

E sugiro fortemente que vejam vídeos do Seiiti Arata no youtube, ele fala bastante de foco e questões relacionadas. Inclusive email :-)

 

2 pensamentos sobre “Responda emails – mas não o tempo todo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s