Porque a conservação precisa da educação ambiental

Este é um post convidado, escrito por Mayla Valenti, amiga de longa data da UFSCar, minha veterana, e a pessoa com quem mais aprendi sobre Educação Ambiental :-) Mayla, muito obrigado por escrever para o blog! Aproveitando, visitem a página da Fubá, que Mayla toca para a frente junto com outras pessoas, aqui :-)

Olá! Aqui é a Mayla Valenti, sou bióloga e educadora ambiental e conheço o Pavel desde o primeiro dia em que ele entrou na faculdade. :) Quando recebi o convite para escrever no blog fiquei pensando sobre qual seria o melhor tema.. E como sei que ele é lido por muitas pessoas da área da ecologia e conservação, achei que apresentar a importância da educação ambiental para a conservação seria uma boa contribuição. Espero que gostem e que possamos trocar ideias nos comentários! :)

A conservação da biodiversidade é um campo de pesquisa e ação interdisciplinar muito relacionado às áreas da biologia e da ecologia, mas que também envolve a área das humanas, como no planejamento estratégico e na educação ambiental.

No entanto, muitas pessoas que atuam com conservação focam na área biológica e não dão tanta importância para a área das humanas. O grande problema disso é que o mundo não é dividido em caixinhas, ou em disciplinas. No mundo real tudo acontece junto e ao mesmo tempo. Assim, quando deixamos de lado um ou mais aspectos que fazem parte da realidade, as chances dos resultados serem satisfatórios são bem menores.

Hoje em dia praticamente não existem áreas naturais intocadas. Por mais remoto que seja um lugar, deve haver uma comunidade próxima cujas ações interferem diretamente naquele ambiente. Do mesmo modo que o ambiente interfere diretamente na vida dessas pessoas.

Por isso, na minha opinião, a educação ambiental precisa fazer parte de um projeto de conservação para que ele seja bem sucedido. Mas aqui não estamos falando de uma educação ambiental simplista, direcionada aos comportamentos ecologicamente corretos. Este é outro erro muitas vezes cometido quando a educação ambiental é inserida no projeto apenas para cumprir um edital, ou porque está na moda.

Ou seja, o que a conservação da biodiversidade precisa não é de uma campanha com as crianças para que as pessoas reciclem seu lixo. Talvez essa seja a primeira imagem que nos vem à mente quando falamos de educação ambiental. Mas ela é um processo bem maior do que isso.

A educação ambiental pautada no diálogo tem como objetivos compreender de que forma as pessoas interagem com seu ambiente e com a biodiversidade, quais são os problemas e potencialidades ambientais e sociais resultantes dessa interação e busca maneiras de solucionar essas questões por meio da participação comunitária.

Assim, a educação ambiental para a conservação da biodiversidade pode ser realizada com crianças, mas também precisa ser realizada com adultos, que são as pessoas que tomarão grande parte das decisões naquele local. Ela deve apresentar conhecimentos científicos sobre a biodiversidade, mas também deve valorizar os saberes tradicionais da comunidade. E deve promover a transformação das relações que impactam negativamente o ambiente de forma respeitosa, buscando uma solução viável para aquela realidade.

Nesse ponto, a empatia é fundamental. Precisamos nos colocar no lugar da outra pessoa. Não podemos chegar com as respostas prontas ou com uma postura impositiva. Afinal, alguém aqui é 100% sustentável em seu dia a dia? Acredito que não. Então, porque queremos que o nosso público seja?

Para terminar, gostaria de destacar que não sou apenas eu que acredita que os projetos de conservação que valorizam uma educação ambiental baseada no diálogo e na participação da comunidade têm mais sucesso. Há diversos relatos de pesquisadoras e pesquisadores falando sobre a diferença de resultados obtidos quando a comunidade foi envolvida no processo de conservação da biodiversidade.

E você, o que pensa sobre isso? Concorda comigo, ou discorda? Tem alguma experiência interessante para compartilhar?

3 pensamentos sobre “Porque a conservação precisa da educação ambiental

  1. Parabéns! Concordo plenamente! Sou coordenadora de um projeto que trabalha a observação das aves como meio de engajamento da comunidade (Projeto Cidadão Cientista) e tenho visto muitas vezes pessoas querendo receita pronta. No entanto cada comunidade ou grupo tem anseios e necessidades diferentes.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s